Máquinas de escrever. Cheias de história.

Já se passou muito tempo de uma época era essencial e muito chique que se fizesse um curso de datilografia.Na rapidez dos dedos, sem desviar os olhos do papel, textos, cartas e memorandos eram escritos de maneira ágil com o matraquear característico das antigas máquinas de escrever.

Tempos difícies, em que não se podia usar o botão de delete para corrigir aquilo que tinha sido datilografado de maneira errada, o que incorria em arrancar a folha da máquina e começar tudo de novo.

E para quem não sabe ( fiz pesquisa sobre isso, porque nem tão velha sou assim) haviam concursos de datilografia, disputadíssimos e que fizeram a alegria de uma geração.

Máquinas de escrever. Cheias de história.

Máquinas de escrever. Cheias de história.

Máquinas de escrever. Cheias de história.

Máquinas de escrever. Cheias de história.

Máquinas de escrever. Cheias de história.

 

Passei bons momentos da minha infância no escritório do meu avô, martelando sem dó as teclas da sua antiga máquina de escrver que hoje foi herdada pela minha irmã.Era o máximo poder regular a fita para que as letras saíssem pretas, vermelhas ou mescladas.Hoje podemos colocar nossos textos nas cores mais variadas possíveis, com negritos, marcações e tipos de letras infinitas.

Ainda hoje continuo catando as letras com um pouco mais de agilidade, porque rebelde que fui, não fiz as aulas de datilografia como mandava o figurino.

Mas atualmente sou feliz proprietária de uma máquina de escrever herdada do meu tio, com sua discreta cor laranja, mas que faz a alegria de alguém que ama coisas antigas e que insiste em achar que nasceu na época errada.

Elas podem decorar um cantinho do seu escritório, enfeitar a estante da sala, estar exposta em uma cômoda e até mesmo ser usada em uma decoração de aniversário ou casamento, onde os convidados poderão usá-la para deixar recadinhos para os aniverasariantes ou noivos.

Tem alguma sobrando na sua casa??? Que tal colocá-la em evidência na decoração do seu cafofo??? Afinal elas nunca perderam a majestade!!!

Máquinas de escrever. Cheias de história.

Máquinas de escrever. Cheias de história.

Máquinas de escrever. Cheias de história.

Máquinas de escrever. Cheias de história.

Máquinas de escrever. Cheias de história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *